A peleja entre Riachão e o Diabo

Riachao e o Diabo 2010©Victor Gruzman

Aqui vai uma ilustração que fiz ouvindo uma das minhas ladainhas preferidas:

(A Peleja entre Riachão e o Diabo – fonte )
Riachão estava cantando
ai, meu Deus,
na cidade de Acu
quando apareceu um nego (bis)
ai, meu Deus,
da especie de urubu
com uma camisa de sola
ai, meu Deus,
e calça de couro cru
beiço grosso revirado
ai, meu Deus,
como a sola de chinelo,
um olho muito encarnado (bis)
o outro bastante amarelo (bis)
Convidou a Riachão
ai, meu Deus,
para ir cantar martelo.
Riachão lhe respondeu
eu não canto com nego desse tipo
você poder ser um escravo
que está por aí fugido.
Isso é dar fala a nambu (bis)
puxa já nego enxerido
eu sou livre como o vento
ai, meu deus,
minha linhagem é nobre
nasci dentro da nobreza
não sai na raça pobre (bis)
você nega porque quer (bis)
está conhecido demais
se você não foi cativo
me diga o que você faz
seja livre, o seja escravo
eu quero cantar martelo
afine sua viola
vamos entrar em duelo
só com a minha presença
o senhor já está amarelo
Camará

One Response to “A peleja entre Riachão e o Diabo”

  1. Carlos disse:

    Tó gostando…ficou maneiro hein, boa Victor!!!

    Até mais,

    Carlos

Leave a Reply

%d blogueiros gostam disto: